bg

Inovação por meio da Economia Criativa

Na última década, o setor de economia criativa registrou um crescimento de 69,1% de empresas no Brasil. Sob a ótica do mercado formal de trabalho, a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro mapeou em 2014 mais de 890 profissionais que fazem parte desse mercado.

Grande parte dessas atividades vem de setores como a cultura, a moda, a música, o design e o artesanato. Porém, as áreas de tecnologia e inovação tem se mostrado bastante significativas nesse cenário.

É importante que saibamos aproveitar as oportunidades geradas pelas mídias digitais em um mundo globalizado para informar, incentivar e enriquecer a criatividade das pessoas. Aí entra o papel da economia criativa: contribuindo para o desenvolvimento do país, gerando renda e empregos.

No dia 24 de junho, a especialista em Economia da Cultura pela UFRGS, Aline Bueno, vai estar no NÓS para mediar um encontro sobre o panorama da situação da Economia Criativa em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul e no Brasil, além de dicas e cases que envolvem esse tema juntamente com o empreendedorismo social.

Quer saber mais? Confira outras informações lá no NósLab: http://bit.ly/1JH5jeS

Outros Posts

Desenvolvido por Zimya