bg

3 filmes que previram as próximas grandes inovações tecnológicas

Já imaginou todas as tecnologias dos filmes no mundo real? Algumas podem estar mais perto do que imaginávamos!

Veja as tecnologias de 3 filmes e como elas estão sendo reproduzidas (ou irão ser num futuro próximo):

Homem de Ferro (2008-2013)

No laboratório do multibilionário Tony Stark há vários de gadgets invejáveis, mas o destaque é para seu sistema de computação e assistente pessoal, J.A.R.V.I.S. – que é o que o Siri, da Apple, aspira ser.

O Diretor-Executivo da Space X, Elon Musk está trabalhando em uma forma de replicar um espaço de trabalho virtual como o laboratório de Tony. Ano passado, ele estava envolvido em maneiras de projetar peças de foguetes com os movimentos das mãos por meio de testes com um controlador Leap Motion, um Oculus Rift e um projetor.

O designer de interação Jinha Lee também está experimentando formas de tornar a tela do computador inexistente: seu protótipo do SpaceTop tem a área de trabalho do computador reformulada como um portal no qual se pode entrar para manipular objetos digitais. Tanto Lee como Musk estão tentando resolver como os seres humanos poderiam interagir com os computadores e objetos digitais de uma forma mais natural.

O Vingador do Futuro (remake de 2012)

Mesmo que todas as cenas incluam dispositivos de gravação de sonhos, memórias implantadas, carros voadores, comunicações holográficas e geladeiras com telas sensíveis ao toque, o gadget que merece destaque é o implante de telefone incorporado na mão dos personagens. Quando os personagens colocam as mãos em certas superfícies sólidas, como uma janela de vidro, ela se transforma em uma tela de exibição.

Para implementar algo semelhante na vida real, pesquisadores da Universidade de Tóquio criaram o Visor Airborne Ultrasound Tactile, uma imagem visual de um teclado que detecta estímulos táteis na palma da sua mão. Eles acreditam que essa tecnologia será aperfeiçoada dentro de uma década.

Elysium (2013)

O filme que se passa em 2154 mostra a humanidade dividida em duas partes: os mais privilegiados vivem no conforto do habitat espacial Elysium e o resto vive na Terra, devastada, poluída e pobre. Antes de uma missão crítica para Elysium, Max Da Costa, que vive na Terra, é equipado com um exoesqueleto energizado.

Na vida real, um exoesqueleto já é possível! Lembra quando um grupo de neurocientistas brasileiros desenvolveram um exoesqueleto completo e ele foi apresentado na Copa do Mundo de 2014? Na ocasião, uma pessoa paraplégica controlou o exoesqueleto com a mente como uma extensão do seu corpo, ficou em pé, caminhou até o campo e deu o chute inaugural da Copa. E tem mais: a Panasonic anunciou em 2014 um exoesqueleto acessível que permitirá que a pessoa levante um objeto de 10 quilos e se mova a 8 km/h – por menos de US$ 5.000.

Outros Posts

Desenvolvido por Zimya